Guerra ucrania e russia ao minuto

guerra ucrania e russia ao minuto

O que aconteceu com os mísseis russos na Ucrânia?

O ataque com mísseis russos que atingiu um centro comercial movimentado na cidade de Kremenchuk, no centro da Ucrânia, matou pelo menos dez pessoas e feriu 40, avançou um alto funcionário ucraniano citado pelo Guardian. Nove dos feridos estão em estado grave.

Quais são as proteções temporárias da Ucrânia desde o início da guerra?

Segundo a última atualização feita pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), desde o início da guerra, em 24 de fevereiro, Portugal concedeu 44.968 proteções temporárias a cidadãos ucranianos e a estrangeiros que residiam na Ucrânia, 27.765 dos quais a mulheres e 17.203 homens.

Por que o presidente da Ucrânia assume a retirada das tropas da região de Lugansk?

O presidente da Ucrânia assume a retirada das tropas da região de Lugansk, pois diz que as pessoas têm de ser salvas acima de tudo. Mas promete voltar para reconstruir as paredes. Este domingo Moscovo anunciou o controlo de toda a região de Lugansk, no leste ucraniano, depois da tomada de Lysychansk.

Quantos mortos e feridos têm na Ucrania?

Atualmente, temos conhecimento de 16 mortos e 59 feridos, 25 dos quais estão hospitalizados. As informações estão a ser atualizadas, disse o chefe dos serviços de emergência ucranianos, Sergiy Kruk, no Telegram.

O que aconteceu com os mísseis da Ucrania?

Mísseis russos atingiram Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia Autoridades russas falam em genocídio contra o povo ucraniano Um prédio do governo da cidade de Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, foi atingido por um míssil nesta terça-feira (1º).

O que acontece com a invasão russa na Ucrânia?

Autoridades russas falam em genocídio contra o povo ucraniano Um prédio do governo da cidade de Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, foi atingido por um míssil nesta terça-feira (1º). Segundo informações do jornal britânico The Guardian, o ataque teria sido uma tentativa de matar o governador da cidade e a equipe dele.

Qual é a segunda maior cidade da Ucrânia?

Um prédio do governo da cidade de Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, foi atingido por um míssil nesta terça-feira (1º). Segundo informações do jornal britânico The Guardian, o ataque teria sido uma tentativa de matar o governador da cidade e a equipe dele.

Quais são os motivos da guerra econômica na Rússia?

Alguns nomes foram alterados. As sanções que agora atingem a Rússia estão sendo chamadas por muitos de guerra econômica — elas visam isolar o país e criar uma profunda recessão. Os líderes de países como EUA e Reino Unido esperam que as medidas inéditas façam o Kremlin mudar de ideia. Os russos comuns enfrentam a perda de suas economias.

Por que a reconstrução da Ucrânia deve ser um país melhor do que aquele que existia antes da?

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, considerou que a reconstrução da Ucrânia deve resultar num país melhor do que aquele que existia antes da guerra lançada pela Rússia em 24 de fevereiro. “Sabemos que a sua luta [dos ucranianos] é também a nossa luta e é por isso que estamos a ajudar a Ucrânia a vencer esta guerra.

Qual é a tarefa que a Ucrânia tem para recuperar da destruição do exército russo?

O presidente Volodymyr Zelensky deverá destacar esta segunda-feira a colossal tarefa que a Ucrânia tem para recuperar da destruição do exército russo, numa conferência de dois dias na Suíça para delinear a futura reconstrução. A tarefa é realmente colossal, apontou ontem o presidente ucraniano.

O que acontecerá com os estabelecimentos de ensino da Ucrânia?

De acordo com o governo ucraniano, 1.200 estabelecimentos de ensino do país terão sido destruídas desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro. Na região de Jitomir, os ataques terão destruído 70 escolas que, segundo João Costa, apresentam diferentes níveis de destruição. Jitomir fica a cerca de 150 quilómetros de Kiev.

Quantos estabelecimentos de ensino terão sido destruídos na Ucrânia?

De acordo com o governo ucraniano, 1.200 estabelecimentos de ensino do país terão sido destruídas desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro. Na região de Jitomir, os ataques terão destruído 70 escolas que, segundo João Costa, apresentam diferentes níveis de destruição.

Postagens relacionadas: