Circo coliseu dos recreios

circo coliseu dos recreios

Como surgiu o Coliseu dos Recreios?

No dia 14 de Agosto de 1890 é inaugurada uma grande sala de espectáculos, o novo Coliseu dos Recreios. Vicissitudes várias levaram ao desaparecimento de outras casas lúdicas, sendo então urgente a construção deste novo espaço, erigido de raiz na Rua das Portas de Santo Antão e aberto ao público ainda longe das obras terminadas.

Como entrar em contato com os animais do circo?

O Circo é o único lugar do mundo onde se sonha acordado! No nosso Circo não temos números com animais. Para informações de Escolas, por favor contacte-nos para reservascirco@coliseulisboa.com ou para o número +351 213240585.

Quem fundou a Sociedade dos Recreios?

Após a demolição do Circo Price no âmbito da construção da Avenida da Liberdade, Lisboa ficou desprovida de uma sala digna de grandes espetáculos. Imbuídos de espírito nacionalista, um grupo de artistas fundou a Sociedade dos Recreios Lisbonenses em 1887.

Como foi construído o Coliseu?

O Coliseu foi construído com concreto e areia. Também foram utilizados: pedra, mármore e ladrilho. Na Roma Antiga, ele abrigava entre 50 e 80 mil pessoas. Possuía cerca de 80 escadas, o que facilitava a saída de tanta gente. Durante os Jogos Inaugurais estima-se que morreram cerca de 9 mil animais e 2 mil gladiadores.

Quais foram os jogos realizados no Coliseu?

Quando ele foi inaugurado pelo Imperador Tito, foram realizados 100 dias de jogos nas arenas. As atrações incluíam execuções, batalhas navais, combates de gladiadores, lutas e caça de animais, dentre outros. Alguns eventos realizados no Coliseu contavam com cenários produzidos e muitos estavam baseados na mitologia romana.

Qual a importância do Coliseu de Roma?

O Coliseu de Roma foi utilizado para entretenimento durante 5 séculos. No século V, Roma foi atingida por um terremoto que afetou a estrutura do local. Entretanto, ele foi restaurado posteriormente. Séculos depois, ele foi usado como base militar. Durante a Renascença (a partir do século XV) o local foi diversas vezes saqueado.

Postagens relacionadas: