Norma dgs isolamento

norma dgs isolamento

Quais as normas sobre isolamento e rastreio de contactos?

Os contactos de alto risco ficam em isolamento durante sete dias e devem fazer teste ao 3.º e ao 7º dia. Este último teste tem como objetivo o fim do isolamento profilático. Tal como nos casos assintomáticos e ligeiros de doença, os contactos devem monitorizar sintomas e não terão acompanhamento por profissionais de saúde.

Quando é determinado o fim das medidas de isolamento?

O fim das medidas de isolamento é determinado sem necessidade de realização de novo teste à COVID-19 e apenas quando se comprova o cumprimento cumulativo dos seguintes critérios:

Qual é o período de isolamento?

O período de isolamento (início e fim) é determinado pelo delegado de saúde local (autoridade de saúde) ou pelo médico que o acompanha. Tenho no meu agregado familiar um caso positivo. Tenho de fazer isolamento? Não. Com as novas medidas deixa de vigorar a regra de confinamento de pessoas consideradas contactos de risco de infetados.

Quando entra em vigor a informação da DGS?

A informação disponibilizada pela Direção-geral da Saúde (DGS) entra em vigor a 3 de outubro.

Quais são as novas regras de isolamento?

Conforme as normas da Direção-Geral da Saúde (rastreio de contactos e abordagem do doente) as novas regras de isolamento dependem se é um contacto de alto ou baixo risco, e da gravidade dos seus sintomas – ligeiros ou graves. Contextos:

Quando fazer o teste de isolamento?

Já os contactos de baixo risco devem fazer um teste o mais cedo possível, idealmente até ao terceiro dia. “Considera-se integralmente cumprido o período de isolamento para as pessoas com infeção confirmada, assintomáticas ou com doença ligeira, que ao dia 05/01/22 tenham cumprido sete dias ou mais de isolamento”, conclui a DGS.

O que é o rastreio de contactos de alto risco?

A DGS atualizou também a Norma 015/2020, relacionada com o rastreio de contactos, que passa a considerar como contactos de alto risco as pessoas que coabitam com um caso positivo de infeção por SARS-CoV-2/COVID19.

Quais são os critérios para efeitos de identificação de contactos de baixo risco?

As pessoas com vacinação completa com dose de reforço, ou que estejam no período de recuperação da doença, mesmo que sejam coabitantes ou que sejam contactos de baixo risco, estão dispensadas de isolamento. De acordo com a DGS, os critérios para efeitos de identificação de contactos também mudaram, mas apenas a partir de dia 10 de janeiro.

isolamento é a medida utilizada em pessoas doentes, para que através do afastamento social não contagiem outros cidadãos Quando devo ficar em isolamento? Deve ficar em isolamento se tiver sido diagnosticado com COVID-19 e se o médico assistente que o avaliar disser que não precisa de internamento. Quais são as atuais regras de isolamento?

Qual o prazo para sair do isolamento?

Quanto tempo devem ficar em isolamento?

Pessoas com teste positivo: devem ficar em isolamento por 7 dias, no caso de sintomas leves, ou por 10 dias, no caso de sintomas moderados a graves. Se após os 10 dias ainda existirem sintomas, deve-se fazer isolamento até que os sintomas desapareçam;

Qual é o período de isolamento social?

O período de isolamento para pessoas que tenham testado positivo ao Sars-Cov-2 e que não tenham sintomas ou que tenham doença ligeira é atualmente de sete dias.

Quando é determinado o fim das medidas de isolamento?

O fim das medidas de isolamento é determinado sem necessidade de realização de novo teste à COVID-19 e apenas quando se comprova o cumprimento cumulativo dos seguintes critérios:

Como é emitida a declaração de isolamento?

A declaração de isolamento é emitida através do SNS 24 ou do recurso a mecanismos automatizados para as pessoas sintomáticas com suspeita e/ou confirmação de infeção por SARS-CoV-2 com indicação para autocuidados e isolamento no domicílio. Esta declaração de isolamento é uma baixa médica?

Postagens relacionadas: