Conjunção subordinativa

conjunção subordinativa

Quais são as conjunções subordinativas causais?

Conjunções subordinativas causais porque, pois, porquanto, como, por isso que, já que, uma vez que, visto que, visto como Iniciam uma oração que indica causa.

Quais são as Conjunções condicionais?

As conjunções condicionais iniciam uma oração subordinada em que é indicada uma hipótese ou uma condição necessária para que seja realizada ou não o fato principal: Exemplos : Se, caso, quando, conquanto que, salvo se, sem que, dado que, desde que, a menos que, a não ser que.

Quais são as conjunções integrantes?

Conjunções Integrantes. São as conjunções utilizadas para introduzir a oração que atua como sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento nominal ou aposto de outra oração. Exemplos: As conjunções são: que e se. A verdade é que te amo. Não sei se você notou que as cortinas são senhoriais. Saiba mais! Leia:

Quais são as Conjunções temporais?

As conjunções temporais são aquelas que indicam uma oração subordinada indicadora de circunstância de tempo: Quando, antes que, depois que, até que, logo que, sempre que, assim que, desde que, todas as vezes que, cada vez que, apenas, mal, que (desde que). Exemplos: Desaprovou o comportamento do filho assim que soube do ocorrido.

Quais são as conjunções subordinativas?

As conjunções subordinativas dividem-se em: causais, concessivas, condicionais, comparativas, finais, proporcionais, temporais, comparativas, consecutivas e integrantes. São aquelas que indicam uma oração subordinada que denota causa:

Quais são as Conjunções causais?

Conjunções Causais. São aquelas que indicam uma oração subordinada que denota causa: Porque, pois, porquanto, como (no sentido de porque), pois que, por isso que, á que, uma vez que, visto que, visto como, que. A casa incendiou porque esqueceram o gás ligado.

Quais são as Conjunções condicionais?

As conjunções condicionais iniciam uma oração subordinada em que é indicada uma hipótese ou uma condição necessária para que seja realizada ou não o fato principal: Exemplos : Se, caso, quando, conquanto que, salvo se, sem que, dado que, desde que, a menos que, a não ser que.

Quais são as conjunções integrantes?

Conjunções Integrantes. São as conjunções utilizadas para introduzir a oração que atua como sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento nominal ou aposto de outra oração. Exemplos: As conjunções são: que e se. A verdade é que te amo. Não sei se você notou que as cortinas são senhoriais. Saiba mais! Leia:

Quais são os tipos de frases com conjunções integrantes?

Conjunções integrantes são conjunções subordinativas que introduzem orações substantivas, ou seja, orações que atuam como um substantivo na frase, desempenhando funções de sujeito, objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, predicado nominal e aposto. Espero que você chegue rápido. Quero muito que este dia chegue logo!

Quais são os tipos de conjunções?

As conjunções são classificas em dois grupos: coordenativas e subordinativas. As conjunções coordenativas são aquelas que ligam duas orações independentes. São divididas em cinco tipos: 1. Conjunções Aditivas Essas conjunções exprimem soma, adição de pensamentos: e, nem, não só...mas também, não só...como também.

Qual a função das conjunções subordinativas?

Conheça as conjunções subordinativas, palavras responsáveis pela construção do período composto por subordinação. As conjunções podem adquirir sentidos distintos. Descubra por que isso ocorre, clicando aqui, neste espaço!

Quais são as conjunções que exprimem conclusão de pensamento?

Conjunções Conclusivas. Exprimem conclusão de pensamento: logo, por isso, pois (quando vem depois do verbo), portanto, por conseguinte, assim. Exemplo: Chove bastante, portanto a colheita está garantida. 5. Conjunções Explicativas.

Postagens relacionadas: